Você está visualizando atualmente Ações da Base Arpão resultam em R$ 47,9 milhões de danos ao crime, no primeiro semestre de 2023

Ações da Base Arpão resultam em R$ 47,9 milhões de danos ao crime, no primeiro semestre de 2023

Somente em drogas, o dano causado foi de R$ 36,8 milhões

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), por meio do Gabinete de Gestão Integrada de Fronteira e Divisas (GGI-F), divulga a Produtividade Geral da Base Arpão de janeiro a junho de 2023. No período, ocorreram várias ações policiais nos rios do Estado, que resultaram em prisões e apreensões de entorpecentes, armas, munições, entre outros itens. As apreensões representam um dano de R$ 47,9 milhões ao crime.

De acordo com o relatório do GGI-F, no primeiro semestre deste ano, a Base Arpão efetuou a prisão de 80 pessoas e apreendeu 151,9 mil litros de combustível, 36 armas de fogo, 1.640 munições, 32 eletroeletrônicos e R$ 4,5 mil em espécie.

Somente em drogas, foram tirados de circulação 95 quilos de pasta-base; 199 quilos de cocaína; 1,3 tonelada de skunk; 200 gramas de crack; 5 quilos de oxi; e 500 gramas de maconha. Somados, o volume de entorpecentes ultrapassa 1,6 tonelada, o que representa R$ 36,8 milhões de danos ao crime.

O documento da Base Arpão registra, também, a apreensão de 1,2 tonelada de carne de caça e pescado (R$ 81,1 mil), sete embarcações (R$ 7,6 milhões), 14 veículos (R$ 372,5 mil) e 48 metros cúbicos de madeira.

O secretário executivo do GGI-F, capitão Diego Magalhães, reforça o compromisso do Governo do Amazonas quanto à fiscalização dos rios. “Atualmente, o Governo do Estado vem fazendo um investimento na área de segurança pública, principalmente, no que se refere à segurança nos rios e hidrovias, para levar a sensação de segurança aos povos ribeirinhos, aos trabalhadores que utilizam esse meio de transporte”, destacou.

Ainda conforme Magalhães, o Governo do Amazonas, por meio da SSP, adquiriu novas lanchas para o trabalho de fiscalização nos rios do Estado. “Esses investimentos vêm dando resultado. Temos como exemplo a Base Arpão, a aquisição de várias lanchas blindadas, que vem dar uma segurança maior para o nosso policial, para ele continuar operando e combatendo esses crimes que ocorrem nas hidrovias”, disse o capitão.

Apreensão de armas

No dia 21 de julho, a equipe de intervenção da Base Fluvial Arpão apreendeu fuzis, munições e outros materiais. Os policiais faziam o patrulhamento fluvial na margem oposta da Base Arpão, quando avistaram uma embarcação tipo canoa com três pessoas. Os suspeitos não obedeceram a uma ordem de parada e fugiram para o interior da mata fechada.

Durante a revista na embarcação, foram encontrados três fuzis, uma carabina e uma pistola. Além disso, os agentes também encontraram 11 carregadores de três tipos diferentes, sendo oito para os fuzis; dois para a carabina e um para a pistola.

Foram apreendidos, ainda, dois coletes balísticos, dois motores de embarcação, um celular e 146 munições de diferentes calibres. A ação causou danos ao crime que ultrapassam R$ 272 mil.

FOTOS: Divulgação/SSP-AM