Você está visualizando atualmente Vereador Ivo Neto se pronuncia sobre denúncias relacionadas ao “Zona Azul”

Vereador Ivo Neto se pronuncia sobre denúncias relacionadas ao “Zona Azul”

“Precisamos cobrar essa empresa para prestar um serviço de qualidade para a população” destaca Ivo Neto

Durante a Sessão Plenária desta manhã (28/11) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Ivo Neto (Patriota) abordou as irregularidades relacionadas aos serviços oferecidos pela “Zona Azul”.

A população de Manaus tem expressado diversas preocupações em relação ao sistema da Zona Azul na cidade. Estas incluem a falta de sinalização das vagas devido ao desgaste da tinta no asfalto, duplicidade na numeração das vagas e a escassez de funcionários para atender todos os cidadãos que estacionam nessas áreas.

“Nós precisamos continuar cobrando para que, além de dar explicações às pessoas que recebem um serviço insatisfatório, a empresa responsável possa se atualizar e aprimorar o serviço que oferece, pois a população não merece passar por essas dificuldades”, destacou o vereador durante seu discurso. A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) já notificou repetidamente a empresa Tecnologias de Trânsito da Amazônia, responsável pela operação da Zona Azul, devido à má prestação do serviço de estacionamento rotativo no Centro de Manaus.

O serviço de estacionamento rotativo pago Zona Azul tem como objetivo democratizar o uso das vagas de estacionamento nas ruas e avenidas do centro de Manaus e conjunto Vieiralves. Atualmente, o serviço está consolidado na capital, oferecendo 5.397 vagas, sendo 3.863 na área central de Manaus, principalmente no trecho do centro histórico e nas proximidades do Mercado Municipal Adolpho Lisboa, e outras 1.534 no conjunto Vieiralves, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul. O custo para uma hora de utilização do serviço é de R$ 3,50, e os motoristas podem permanecer na mesma vaga por até três horas.

Texto: Taísa Passos- Assessoria de Comunicação do vereador
Foto: Mauro Pereira- DICOM/CMM